Paulo Alceu – Sinovac na rota da propina

A reportagem é do Washington Post e vem sendo divulgada pela deputada Bia Kicis nas redes sociais. Trata sobre propina paga pelo CEO da Sinovac para autoridades chinesas a fim de liberar vacinas de 2002 a 2011.

O executivo da farmacêutica, que está desenvolvendo a vacina da Covid-19 junto com o Instituto Butantan, escapou de punições devido a delação premiada.

ANUNCIE

A reportagem revela que foram repassados U$ 83 mil em propina pago a funcionários da agência reguladora da China. Não é de hoje que notícias desvendam o mar de corrupção que domina o sistema comunista chinês, onde as punições são, inclusive, com a pena de morte, mas não cessam os desvios e mal feitos.

As desconfianças com a vacina chinesa que o governador paulista João Doria trabalha incessantemente para colocar no Brasil, levanta agora outras suspeitas nada fora da realidade.

A insistência supera a razão. O governador mais parece um garoto propaganda da Sinovac, criando situações de conflito maquiadas de preocupação com os brasileiros.