03/12/2015 18h37 - Atualizado 30/11/-0001 00h00

Economia

Por Paulo

Visando economizar, o governo do Estado já estuda antecipar, do dia 23 para o dia 18 deste mês, o início do recesso do serviço público estadual de Natal e Ano Novo.

O recesso deve vigorar até 3 de janeiro de 2016, o que vai gerar ao governo mais de R$ 4 milhões de economia, com o não pagamento de vale-alimentação no período, sem considerar os valores a menos com a queda do consumo de energia elétrica, água e telefone, mais as diárias que não seriam pagas e o combustível que deixaria de ser utilizado.

Faça seu comentário

Você pode usar essas tags HTML:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>