Canal do Poder

Home /

Notícias

PT tenta impedir o impeachment de Dilma Roussef

Quinta-feira, 3 de dezembro de 2015, 12h23min

A autorização da abertura do processo de impeachment da presidente Dilma, autorizada ontem pelo presidente da Câmara, Eduardo Cunha, do PMDB, é o assunto do dia no setor político.

Em uma entrevista em uma rádio catarinense nesta manhã, o deputado federal catarinense Pedro Uczai, do PT afirmou que existe movimentação para impedir o que classificou de "golpe". Argumentou que a presidente foi eleita pelo voto e o impeachment é uma ofensa à democracia.

Admitiu que o  país tem problemas mas avaliou que o Governo precisa enfrentá-los. Mais que isso, acusou o PSDB de Aécio Neves, que perdeu a eleição em 2014, de estar planejando o "terceiro turno" eleitoral. Considero um grande equivoco do deputado.

Pelas condições que estão colocadas atualmente, caso o processo de impeachment seja avaliado e a presidente sofra o impedimento, quem assume é o vice, Michel Temer, do PMDB. 

Na verdade o deputado quer defender o indefensável, a situação da Dilma na presidência está insustentável, e o PT insiste em dizer que é golpe.

Golpe é o que o PT fez com o povo brasileiro, maior estelionato eleitoral, ficaram 20 anos iludindo a nação, e quando assumiram só roubaram e delapidaram o país, isso sim é golpe.