Canal do Poder

Home /

Notícias

Chapecó continua em alerta contra a dengue

Terça-feira, 17 de novembro de 2015, 21h14min

Um inverno atípico com pouco frio, muita chuva e até mesmo calor. Diante deste panorama, a prefeitura de Chapecó, através da secretaria de Saúde e da Coordenação de Vigilância Ambiental, intensificou os esforçosno combate ao mosquito transmissor da dengue.

Diariamente são realizadas visitas em residências, cobertura de caixas de água, recolhimento de pneus e verificações na redede armadilhas. Este trabalho tem como finalidade a coleta, eliminação e tratamento de possíveis criadouros de larvas do mosquito.

De acordo com a Secretária de Saúde, Cleidenara Weirich, é fundamental que a população  também  faça  a  sua  parte,  não  mantendo  água  parada  dentro  e  fora  das residências;  além de  eliminar  recipientes  com água;  remover  o  lixo  acumulado  em quintais e manter as caixas de água e cisternas bem fechadas.

O  Coordenador  da  Vigilância  Ambiental,  Junir  Antônio  Lutinski,  explica  que diariamente  os  agentes  de  endemias  realizam  orientações à  população;  ações  de eliminação  e  tratamento  de  possíveis  criadouros;  o atendimento  de  denúncias  e investigações de casos suspeitos.

Dengue

A dengue é uma doença febril aguda, causada por um vírus e seu principal vetor é o mosquito Aedes aegypti. Existem duas formas de dengue: a clássica e a hemorrágica.A dengue clássica apresenta-se geralmente com febre e no mínimo dois sintomas: dor de cabeça, dor do corpo, dor nas articulações e por trás dos olhos, podendo afetar crianças e  adultos. 

A dengue  hemorrágica  é  a  forma mais  severa  da  doença,  pois  além dossintomas já citados, pode ocorrer sangramento, ocasionalmente choque e consequênciascomo a morte.

Número de focos registrados em Chapecó:Ano      Número 2008 – 175 , 2009 – 90,  2010 – 232 , 2011 – 155, 2012 – 622, 2013 – 1.089, 2014 – 2.686, 2015 – 629