Canal do Poder

Home /

Notícias

Marcondes cobra melhoria em Rodovia do Sul e fala da crise que atinge o Sitema S

Terça-feira, 22 de setembro de 2015, 20h16min

Na sessão desta terça-feira (22), o deputado estadual Mário Marcondes (PR) usou a tribuna para chamar atenção dos parlamentares, mas principalmente, do Governo do Estado, para situação precária da SC-445, a Rodovia Genésio Mazon - trecho que liga os municípios de Morro da Fumaça ao Distrito de Estação Cocal até Urussanga. 

 

“Recebi o pleito de lideranças da região, que relataram o descaso com a via que se encontra em situação deplorável, com imensos buracos que causam risco à vida dos motoristas que lá trafegam, ainda mais nos trevos de acesso as cidades”, ressaltou.


Segundo Marcondes, o Deinfra trabalha desde o ano passado no projeto de revitalização, mas até o momento a obra não foi iniciada.

 

“Protocolei indicação ao Governo do Estado solicitando que tome providências urgentes e inicie o mais breve possível a obra de revitalização da SC-445, uma vez que pela rodovia circula boa parte do leite e de suínos produzidos na região Sul do Estado”.

 

Crise no Sitema S

 

O parlamentar também mencionou a atual situação do país, que atinge o Sistema S com o corte de 30% no orçamento das instituições.

 

Em Santa Catarina, a diminuição dos valores repassados vai causar o fechamento de mais de 40 mil vagas em cursos profissionais e de educação básica por ano.

 

Além disso, mais de 50 unidades do SESI e SENAI fecharão as portas e haverá demissão de trabalhadores.

 

Em todo o País, mais de 300 escolas profissionais do SENAI encerrarão as atividades. Outros 735 mil alunos vão deixar de estudar no ensino básico ou na educação de jovens e adultos oferecida pelo SESI, que vai fechar cerca de 450 escolas no Brasil.

 

Está previsto ainda, a demissão de cerca de 30 mil colaboradores no Brasil. “Não podemos ficar omissos, precisamos enquanto legisladores fazer a nossa parte, buscando ações que evitem que a crise aumente em nosso Estado.

 

Por isso, pedi urgência na data da audiência pública proposta por este parlamentar, para tratar dos reflexos que todos esses ajustes anunciados nas últimas semanas pelo Governo Federal irão causar em Santa Catarina”, completou Mário.