Canal do Poder

Home /

Notícias

Redução de cargos nas SDRs

Sexta-feira, 5 de junho de 2015, 15h55min

O Tribunal de Contas ao aprovar as contas do governo do Estado, referente ao ano de 2014, recomendou para reduzir o número de SDRs (Secretarias de Desenvolvimento Regional), mas o governador Raimundo Colombo afirmou que este assunto não está em discussão. Colombo afirma que vai excluir 266 cargos das SDRs. “O governo eliminará os cargos não preenchidos e 36 funções de diretor geral”, disse.

Ao todo, são 266 cargos em aberto, a maioria deles, gerências setoriais e de planejamento. O projeto da reforma das SDRs também sugere a mudança no nome das secretarias para agências regionais. O PMDB não deve ficará nada contente com estes cargos que serão excluídos, afinal está próxima a eleição municipal e as SDRs sempre foram os locais para colocara os apadrinhados, para terem visibilidade eleitoral e, claro, um emprego.

Após a morte do grande líder peemedebista, o senador Luiz Henrique da Silveira, o cenário político catarinense começa a mudar de configuração. O PSD, que sempre teve o PMDB como parceiro em seus projetos políticos, começa a buscar outros horizontes e novos parceiros. O presidente estadual do PSD, deputado Gelson Merisio vem agregando força em seu projeto político, visando às eleições municipais de 2016, mas tendo como pano de fundo as eleições para governador em 2018.

Merisio se reuniu esta semana com dois líderes tucanos de alta plumagem, o deputado federal Marco Tebaldi e o presidente do PSDB de Joinville, Ivandro de Souza. Num gesto de aproximação, convidou os tucanos para estarem juntos no projeto das eleições. Pelo visto, os tucanos aprovaram o gesto de Merisio e o diretório do PSDB de Joinville decidiu romper com a gestão do prefeito Udo Döhler (PMDB), anunciando que terá candidato à prefeitura em 2016.

O PSDB lança candidato para forçar a decisão só no segundo turno. Se o prefeito atual, Döhler, não estiver bem nas pesquisas, PSD e PSDB se unem na dobradinha Darci Matos/Ivandro Souza. Um sinal claro que o PSDB está trocando o PMDB pelo PSD.