Canal do Poder

Home /

Notícias

Deputada Luciane Carminatti é a nova líder da Bancada do PT

Quinta-feira, 12 de fevereiro de 2015, 11h27min

A deputada estadual, Luciane Carminatti, foi eleita ontem (11) líder da Bancada do Partido dos Trabalhadores da Assembleia Legislativa de Santa Catarina com uma postura clara de oposição ao governo do Estado. Além da oposição, Luciane vai priorizar o diálogo com a sociedade, estreitando relações com os movimentos social e sindical, os governos populares, fóruns e conselhos.

“Vamos debater os projetos de lei que vêm para a Casa, para que eles tenham sintonia com a sociedade. Não acredito num Parlamento que caminha sob a garantia de privilégios, enquanto a população luta para manter direitos”, destacou. Para ela, o Parlamento não pode ser um cartório que bate carimbo. “O Parlamento tem que provar que está aqui para representar a população e não alguns interesses individuais ou corporativos.”

Luciane disse que um dos debates que a bancada do PT precisa fazer é sobre a gestão do Estado. “Hoje temos um orçamento com recurso irrisório para investimentos. Os problemas de cada região são diferenciados, seja em infraestrutura, seja do ponto de vista das políticas sociais, de saúde, educação e segurança pública.” A deputada afirmou que as mudanças que estão sendo implementadas pelo governo não contribuem para desenvolver as regiões com mais dificuldades. Segundo ela, Santa Catarina possui indicadores positivos em várias áreas, mas muitas questões precisam ser resolvidas.

Outra discussão que Luciane pretende trazer ao Estado é o da reforma política que, segundo ela, é uma das saídas para combater a corrupção. “Não fugimos do debate de que há a necessidade de encararmos para onde vai o PT e os desafios colocados neste momento”, disse. A deputada quer que o PT seja visto e lembrado como um partido com condições de fazer uma boa oposição, que ecoe as demandas da sociedade, que cresceu nos seus 35 anos de história e que hoje tem condições de governar um país, um estado ou estar presente no Legislativo.