Canal do Poder

Home /

Notícias

Ficha suja

Quinta-feira, 9 de outubro de 2014, 0h16min
Para provar que a lei no Brasil não é cumprida, alguns candidatos mais sujos que pau de galinheiro foram eleitos para os respectivos cargos que disputaram. Os candidatos eleitos Fernando Collor, em Alagoas, Romildo Titon e Dário Berger, em Santa Catarina, demonstra que a Lei da Ficha definitivamente não tem nenhum efeito legal. Pois se tivesse, eles não poderiam ter participado do último pleito. Color enrolado até o pescoço em denúncias e processos. Titon, existe gravações e testemunhas que supostamente o incriminam na operação Fundo do Poço, onde ficou claro sua participação no caso, inclusive recebimento de propina. Já Dário, tem mais de 190 processos, inclusive criminal, jamais poderia ter participado de uma eleição, muito menos ser eleito e assumir como Senador. Então meus amigos, a lei do ficha limpa, é história para boi dormir, e o seu criador Paulo Borhausen, por ironia do destino, foi o principal atingido vendo seu oponente ficha suja lhe ganhar a eleição estando devendo para a justiça. Isso é Brasil!