Canal do Poder

Home /

Notícias

Os 175 países mais corruptos do mundo

Sexta-feira, 19 de dezembro de 2014, 0h51min

O Brasil ficou na 69ª posição, com 43 pontos, do ranking global da ONG Transparência Internacional (TI), que analisa a percepção da corrupção em 175 países em uma escala de 0 (extremamente corrupto) a 100 (muito transparente) e foi divulgado nesta quarta-feira.

O Brasil divide a 69ª colocação com outros seis países: Bulgária, Grécia, Itália, Romênia, Senegal e Suazilândia.

Em relação à América Latina, Uruguai e Chile foram os melhores colocados, na 21ª posição com 73 pontos, seguidos por Porto Rico (31º – 63 pontos) e Costa Rica (47º – 54 pontos).

Na sequência ficaram Cuba (63º – 46 pontos), Brasil (69º – 43 pontos), El Salvador (80º – 39 pontos), Peru (85º – 38 pontos), Colômbia e Panamá (94º – 37 pontos), Bolívia e México (103º – 35 pontos) e Argentina (107º – 34 pontos).

Os países latino-americanos com pior desempenho foram Paraguai (150º – 24 pontos) e Venezuela (161º – 19 pontos).

O índice anual da TI, que mede a percepção da corrupção no setor público de cada país através de vários estudos comparativos, destaca que o 69% dos países analisados tiveram pontuação inferior a 50 (58% dentro do G20) e que a média mundial é de 43 pontos.

Dinamarca, com 92 pontos, Nova Zelândia (91), Finlândia (89), Suécia (87) e Noruega (86) lideram a classificação, com variações pequenas em relação às últimas edições.

De maneira similar, apenas com pequenas oscilações, na parte inferior do ranking continuam Somália e Coreia do Norte, ambos com oito pontos, seguidos por Sudão (11), Afeganistão (12) e Sudão do Sul (15).