Canal do Poder

Home /

Notícias

Operação Veraneio

Quinta-feira, 11 de dezembro de 2014, 22h56min

A deputada estadual Luciane Carminatti reivindicou maior compromisso do governo do Estado com a segurança pública nesta temporada de verão 2014/2015. A parlamentar fez seu pronunciamento na tribuna da Assembleia Legislativa, na manhã desta quinta-feira (11), sobre a transferência dos profissionais da segurança pública para o litoral nesta época do ano, deixando muitos municípios com um número ainda menor de policiais para atender as ocorrências.

 De acordo com Secretaria de Estado da Segurança, responsável pela Operação Veraneio, 8,4 mil profissionais de segurança serão contratados para a temporada em todo o estado. Da Polícia Militar, atuará um efetivo de 5 mil policiais no litoral, entre fixos e mobilizados.

A deputada lamenta que profissionais da Polícia Civil, Militar e Bombeiros de municípios do interior tenham que ser realocados para atender as regiões litorâneas. "Sabemos que o litoral recebe um grande número de turistas, mas as cidades do interior também precisam destes profissionais para prestarem atendimento nas rodovias, nos balneários e pontos de concentração de visitantes e também para garantir a segurança dos moradores", explicou.

 A parlamentar citou o exemplo de Chapecó, que deve fechar o ano em primeiro lugar no número de homicídios no estado. "Os nossos municípios do Oeste e Extremo-Oeste já sofrem com o baixo número de efetivo de policiais e, em função disso, estamos cobrando a instalação de novos Batalhões. O governo não pode retirar profissionais dessas regiões, ao contrário, precisa contratar com urgência por meio de concurso público", defendeu Luciane.

 SC-480

A deputada Luciane também cobrou maior presença da Polícia Rodoviária Estadual (PRE) na SC-480, que liga Chapecó ao Rio Grande do Sul. O trecho passa por obras e está com problemas de sinalização, causando graves acidentes e mortes, situação que se agrava com a chegada do verão e o movimento no balneário do Goio-Ên, aliado à imprudência dos motoristas. De acordo com dados da PRE de Concórdia, em 2014 foram registrados 71 acidentes, com 8 mortes.