Canal do Poder

Home /

Notícias

Prefeito convoca reunião e decreta situação de emergência em Florianópolis

Segunda-feira, 5 de dezembro de 2016, 12h26min

O prefeito de Florianópolis, Cesar Souza Júnior, chamou representantes de diversos setores para participarem de uma reunião às 17h, neste domingo,(4), em seu gabinete, para avaliar os estragos provocados pelo temporal e ventania ocasionados pelo ciclone subtropical ocorrido na região da Capital nesta madrugada.

Por volta das 19h, foi divulgado que Cesar Souza decretou situação de emergência em Florianópolis. Segundo ele,esta foi a maior tempestade nos últimos dez anos.

Confira um álbum de imagens dos estragos do Ciclone

Os estragos foram registrados pela Defesa Civil em todas as cidades da Grande Florianópolis. Os ventos atingiram os 118 km/h. Houve queda de energia em cerca de 250 mil unidades (residências ou estabelecimentos).

Às 14h55min deste domingo (4), ainda haviam cerca de 106 mil unidades sem energia em Florianópolis e outros 10 mil em Palhoça, conforme a Celesc. 

Os locais mais atingidos foram o Sul da Ilha, que não tem a proteção natural dos morros no caso de Vento Sul. Um homem foi atingido por um poste que caiu no bairro Carianos, e precisou ser socorrido pelo helicóptero dos Bombeiros.

Na rede pública de ensino, foram nove escolas atingidas, conforme divulgou o Secretário da Educação, Rodolfo Pinto da Luz. Os estragos ocorreram nos telhados de escolas e ginásios de esporte.

No Norte da Ilha, comunidades nos Ingleses e Canasvieiras também sofreram com destelhamentos. A tradicional prova de Triatlo Challenge, que ocorreria pela manhã em Jurerê, foi cancelada.

A defesa Civil também registrou que houve casos de árvores caídas sobre veículos estacionados na rua. O Jardim Botânico, no bairro Córrego Grande, não abriu neste domingo (4), por precaução, já que árvores foram danificadas.

No bairro Coqueiros, na região Continental, três bares foram destruídos por um incêndio provocado por um curto devido ao temporal. Outro incêndio ocorreu em São José, já no final da manhã, na rua Angelo Girardi, no bairro Barreiros, onde o fogo teria começado pelo relógio de luz.

O vento destruiu até mesmo parcialmente a estátua de São José, no começo da avenida beira Mar daquela cidade. Em Floripa, houve estragos na avenida Mauro Ramos, onde uma árvore caiu no acesso principal do Instituto Estadual de Educação.

O Corpo de Bombeiros de Florianópolis informou que segue em trabalho no atendimento a diversas ocorrências.  Além das guarnições habituais destacadas para o domingo (4), uma equipe com 28 Bombeiros Militares está atendendo as demandas.

Auxiliam nas ações 10 Militares do Exército Brasileiro, oito policiais ambientais, com um total de 13 viaturas.

Houve destelhamentos até mesmo no Estádio da Ressacada, do Avaí. Mesmo após a ventania, os estragos continuaram. Por volta das 16h deste domingo (4) uma árvore caiu sobre uma casa na avenida Pequeno Principe, no Campeche.

 

Fonte: Tudo Sobre Floripa