Canal do Poder

Home /

Notícias

Aldo tem novos desafios como parlamentar nos próximos meses

Quarta-feira, 9 de novembro de 2016, 21h19min

O deputado Aldo Schneider(PMDB) renunciou, nesta quarta-feira(9), ao cargo de primeiro vice-presidente da Assembleia Legislativa. A decisão atende a estratégia que envolve a divisão de mandato no comando da casa para o biênio 2017/19, pois Aldo não poderia permanecer no cargo até o final de janeiro, sob o risco de ficar regimentalmente impedido de concorrer à reeleição para a mesma função da mesa diretora.

Pelo acordo político desenhado, ele deve voltar à vice-presidência na eleição marcada para 1º de fevereiro, e assumir a função de presidente em 2018.

Nos próximos meses ele irá se dedicar ao trabalho de consolidação das leis estaduais em andamento sob sua direção, e à revisão do Regimento Interno da Assembleia.

A bancada do PMDB respaldou a decisão de Aldo Schneider e apoia o acordo para a divisão do mandato no Poder Legislativo.

Liderança reconhecida por sua capacidade de construir o entendimento com todas as representações políticas na Assembleia, Aldo deve formar a cabeça de chapa com Silvio Dreveck(PP) na próxima eleição da mesa, num encaminhamento de ocupação com representação de todos os segmentos no comando da casa. A chamada mesa eclética está sendo discutida nos bastidores, mas a divisão do mandato presidencial é considerada fato consumado.

Aldo agora deve focar ações no trabalho de revisão das leis estaduais, que já consolidou cerca de 10 mil das 18 mil leis editadas desde 1947.

Outras 1430 leis fazem parte da segunda etapa dos trabalhos, realizado por um grupo de técnicos e juristas que pretende organizar, para facilitar a vida do cidadão, de leis que envolvem, por exemplo, direitos de pessoas com deficiências, o Estatuto do Magistério, o modelo de gestão da administração estadual, o patrimônio cultural catarinense, estatutos e leis orgânicas de segmentos do serviço público.

Além disso, sob a responsabilidade do deputado está a revisão do Regimento Interno da Alesc, que precisa ser atualizado.

“São novos desafios no plano legislativo, mas nada muda em minha dedicação à região que represento”, explica o deputado. “Mantenho a rotina de visita às bases em sintonia com as lideranças locais e sempre buscando recursos e soluções para as reivindicações que me são encaminhadas pelos municípios e as pessoas que recorrem ao meu gabinete parlamentar para tratar questões de seus interesses”, diz Aldo Schneider.