Canal do Poder

Home /

Notícias

Deputado é contra movimento para criação de nova sigla partidaria

Quinta-feira, 3 de novembro de 2016, 20h38min

O deputado estadual Dirceu Dresch (PT), coordenador do Grupo de Trabalho Eleitoral do PT de Santa Catarina, se manifesta contrário ao movimento de parlamentares do Partido dos Trabalhadores em torno da criação de um novo partido político.

Na avaliação do deputado,  o legado do partido não pode ser subestimado por interesses particulares  e o futuro da sigla está na composição de um frete suprapartidária  de oposição ao governo Temer.

"É preciso mudanças que unam, e não dividam; maturidade e humildade para deixar os interesses políticos individuais de lado e fazer uma avaliação profunda dos erros e acertos; voltar às bases e dialogar com trabalhadores do campo e da cidade; fazer o debate da conjuntura política com a sociedade brasileira.

O PT sai das urnas prejudicado, mas  continua  a ser a maior força de oposição do Brasil, com maior capilaridade e representatividade. 

Temos um patrimônio político construído ao longo de décadas por diversos movimentos  e atores sociais.  Somos os responsáveis por um projeto de governo que resultou em transformações socioeconômicas  inclusivas. 

Nenhum partido de esquerda novo conseguirá substituí-lo.Fundir partidos não é o caminho, o fortalecimento da oposição a este governo está na construção de uma frente suprapartidária pluralista e democrática,  que respeite a história de luta de cada sigla e una os partidos em torno de uma causa única: a luta incondicional contra o desmonte do Estado e dos direitos conquistados pela classe trabalhadora, pelos homens, mulheres e jovens deste país.