Canal do Poder

Home /

Notícias

Arte nas ruas da cidade

Segunda-feira, 24 de outubro de 2016, 19h28min

Um encontro entre o público e o artista marcou as ações deste final de semana em Chapecó. A partir do Projeto Curto-Circuito de Performance, contemplado pelo Edital de Fomento e Circulação das Linguagens Artísticas de Chapecó, intervenções foram   desenvolvidas pela Avenida Getúlio Vargas, proporcionando novas experiências para a comunidade a partir do contato com a arte contemporânea.

As ações tem como objetivo tornar a arte acessível, fazendo com que aconteça em meio a rotina.  

Esta primeira edição traz o tema “Performance e Cidade: perturbações do/no cotidiano". A ideia é trazer o cenário das artes performativas, para as cidades do interior do Estado.

De acordo com Manolo Kottwitz, autor do projeto “por conta disso queremos tirar a arte das galerias, dos museus, das casas noturnas, das salas de exposição, tirar a arte do pedestal romântico que a separa da vida diária. Portanto, levamos a arte para as ruas da cidade”, explica.

O Projeto traz como objetivo proporcionar novas experiências estéticas aos chapecoenses a partir da inserção de novas possibilidades e ampliar as noções sobre os fazeres artísticos atuais. As atividades que iniciaram em setembro, trazem bate-papos, oficinas e performances que continuarão acontecendo no decorrer deste mês.

A maioria da programação é composta por trabalhos que contemplam a questão do encontro com o outro, aproximar as pessoas em encontros fortuitos através da arte.

“Este tipo de experiência com a arte é basicamente transformadora. Ela opera, no âmbito da psicologia social crítica, que diz respeito aos modos como o sujeito produz sentidos e significados inéditos para a sua existência.

Isso quer dizer que esse tipo de arte mexe com a própria experiência de vida, dando vasão a encontros que priorizam e valorizam o humano, os afetos e a sensação de pertencimento a uma comunidade. É impossível sair imune de uma experiência com esse tipo de arte. Ela modifica a forma como vemos o mundo de uma maneira quase que imediata”, enfatiza Manolo.

Mais ações

Além deste, mais trinta e quatro projetos que valorizam a arte local foram contemplados pelo Edital das Linguagens. Estes abrangem as linguagens e modalidades de Artes Populares, Artes Visuais, Dança, Livro-Leitura e Literatura, Música, Audiovisual, Teatro, Formação em Cultura e Eventos Artístico-Culturais.

As ações estão acontecendo por todo o Município em diferentes locais, como ruas, escolas, igrejas, galerias, teatros e a participação é gratuita. Ao todo, o investimento chega a R$ 550 mil,o maior montante já investido em projetos culturais no Município.

Programação

Na próxima quarta-feira, dia 26, a Escola Básica Municipal Padre José Anchieta, recebe o projeto Origami nas Escolas. Já no dia 29 de outubro será desenvolvido o Projeto Canto Erudito nos Bairros, às 19h30, no Igreja Católica do Bairro Maria Goretti.

Também pelo edital estão em andamento a oficina de bordado “Chapecó em Pontos”, pelo grupo Matizes Dumont. Interessados podem fazer as inscrições pelo e-mail chapecoempontos@gmail.com. Para os apreciadores da literatura estão abertas as inscrições do Projeto Texto Vivo – curso de criação literária, mais informações pelo email sendtko@gmail.com.