Canal do Poder

Home /

Notícias

Empresário do Ano 2014

Sexta-feira, 21 de novembro de 2014, 23h27min

O desgosto empresarial em relação à corrupção que grassa nas estruturas estatais brasileiras e a indignação contra os excessivos tributos que pesam sobre a vida dos empresários e dos trabalhadores marcaram o discurso de Josias Mascarello ao receber o título de Empresário do Ano 2014, concedido pela Associação Comercial e Industrial de Chapecó (Acic), nessa quinta-feira (20), à noite, no Clube Recreativo Chapecoense. A escolha foi feita por votação direta dos associados da Acic. 

Os três empresários com maior número de votos na primeira etapa foram anunciados no início da solenidade. Além de Mascarello, foram destacados pelo número de votos Gilson Vivian (Inviolável Segurança) e Neloir Antônio Tozzo(Distribuidora Nilo Tozzo).

Josias Mascarello tem 61 anos de idade, natural de Chapecó, é engenheiro civil formado pela PUC de Porto Alegre. Dirige a Catarinense Construtora e Incorporadora, casado com Vera de Marco Mascarello. Pai de Conrado e Fabiana. É  1º vice-presidente da ACIC na gestão 2014/2015. Presidiu a Associação dos Engenheiros e Arquitetos do Oeste de Santa Catarina. Sócio-fundador e presidente do Sinduscon, comandou o Conselho Empresarial Chapecó os Conselhos Deliberativo e Consultivo da ACIC e o Country Club Chapecó.

O eleito recebeu o troféu Nelson Galina das mãos dos presidentes Bento Zanoni (diretoria executiva), Flávio Pasquali (conselho deliberativo) e Orivaldo Chiamolera (conselho consultivo) e do Empresário do Ano 2013 e presidente da Coopercentral Aurora Alimentos Mário Lanznaster.

Em forte e emocionado discurso, o homenageado lamentou que os empresários tenham que trabalhar duramente para pagar uma tributação muita elevada e competir com empresas do exterior em condições desiguais. Disse que o custo-Brasil destrói a eficiência construída dentro das empresas e que a falta de infraestrutura de rodovias, ferrovias, portos, aeroportos e comunicações atrapalha qualquer empreendimento empresarial. No caso específico de Chapecó, alertou para a necessidade de investimentos nos sistemas de suprimento de água e energia elétrica. Apontou, ainda, a necessidade de melhorias no parque de exposições Tancredo Neves para a realização de feiras técnicas e grandes eventos.

Mascarello lamentou a corrupção instalada na administração direta e indireta do governo federal, citando o caso da Petrobrás, onde “funcionários de terceiro e quarto escalão foram flagrados com milhões de reais em desvios  investigados pela Polícia Federal”.Observou que a escalada de ataque contra o dinheiro público não assustou apenas os brasileiros, mas deixou o mundo estarrecido.

Queixou-se que apesar da contribuição que dá ao País – gerando empregos, riquezas e impostos – o empresário é tratado com desconfiança pelo governo. Ao encerrar, Josias Mascarello pediu duas reformas urgentes –  da legislação tributária e da legislação trabalhista brasileira – “sem as quais não haverá desenvolvimento econômico sustentável”.

Na mesma solenidade foi entregue o Troféu Acic de Excelência para quatro empresas que se destacaram pelos programas de qualidade que desenvolvem: Auto Viação Chapecó, Eletro Service, Gráfica Arcus e Sperandio Motors.