Canal do Poder

Home /

Notícias

Sem consulta em Balneário Camboriú

Segunda-feira, 30 de maio de 2016, 11h50min

O promotor Rosan da Rocha depois de receber denúncias e reclamações de pacientes que não conseguiam atendimento, resolveu investigar o caso, e descobriu que a secretaria de Saúde de Balneário Camboriú, libera apenas 48 consultas a cada três meses.

 Agora o Ministério Público deu dois meses para que a secretaria de Saúde, zere a fila de pacientes que esperam atendimento de fisioterapia, e que todos os pacientes idosos ou que precisem de atendimento prioritário, possam passar por consulta com um ortopedista no sistema da rede pública de saúde da cidade.

Por conta desse déficit de ortopedistas, a fila de pacientes sem consulta chega hoje a 3119 pessoas. Caso a prefeitura não cumpra a determinação da Justiça, poderá levar uma multa de R$ 5 mil por dia.

Numa cidade onde o prefeito já jogou a toalha, não poderia se esperar outra coisa. Que se dane quem precisar de consulta, e que se dane a prefeitura se tiver que pagar a multa.