Canal do Poder

Home /

Notícias

E vem aí o escândalo Panama Papers

Terça-feira, 5 de abril de 2016, 12h30min

Este escândalo que envolve inúmeros brasileiros desde políticos a empresários promete gerar muita discussão. Quero crer que vai gente para cadeia. Mas em país “civilizado e democrático” as consequências já começam a aparecer. 

Envolvido no escândalo mundial "Panama Papers", o primeiro-ministro da Islândia, Sigmundur Davíð Gunnlaugsson, renunciou ao cargo na manhã desta segunda-feira (4).

Pelo menos 244 empresas, 255 accionistas, 23 clientes e 34 beneficiários com endereço postal português aparecem nos documentos secretos da empresa panamiana Mossack Fonseca, um dos maiores escritórios mundiais de advocacia especializado em paraísos fiscais que administra empresas offshore e faz gestão de fortuna, segundo informação divulgada no sítio na internet do jornal "Irish Times".

Este meio irlandês especifica, num mapa interactivo, o número de empresas secretas em todo o mundo, numa investigação realizada por uma centena de jornais em todo o mundo sobre 11,5 milhões de documentos que revelam bens em paraísos fiscais de 140 responsáveis políticos ou personalidades públicas.

Até ao momento, foi divulgado o nome de apenas um português: o empresário português Idalécio de Castro Rodrigues de Oliveira que controla 14 empresas ‘offshores’ que aparecem na lista ‘Panama Papers’.  O CEO do Lusitania Group é suspeito de pagar subornos a Eduardo Cunha, presidente da Câmara dos Deputados do Brasil, e está também relacionado com a investigação ‘Lava Jato’.

Já aqui no Brasil, mesmo com as evidências de corrupção, nossos governantes e lideranças políticas afirmam que a investigação é uma perseguição, que os investigadores estão envolvidos em um golpe midiático e judicial das elites.